sexta-feira, 31 de outubro de 2014

COELHO NETO-121 ANOS: O POVO FAZ A FESTA

Começou às 5:00, com alvorada, a festa de comemoração do aniversário da cidade de Coelho Neto. Depois, uma missa em ação de graças foi celebrada pelo Padre Charles Alves na Igreja Matriz de Santana. No discurso o prefeito Soliney Silva agradeceu a Deus por fazer parte da vida da comunidade coelhonetense e se prontificou a continuar trabalhando em prol do engrandecimento de Coelho Neto e sua gente.

Em frente à Prefeitura ocorreu o hasteamento das bandeiras  e, depois, uma caminhada pelas principais avenidas da cidade marcaram a primeira parte das comemorações alusivas aos 121 anos de emancipação política de Coelho Neto. Confira os registros fotográficos:



quinta-feira, 30 de outubro de 2014

COELHO NETO: POEMA DOS 121 ANOS

                               COELHO NETO: POEMA DOS 121 ANOS
                                        Carlos machado

Coelho Neto, terra de sonhos e esperança. Nos teus tempos idos, alcançastes a glória através do suor e das mãos fortes de tua gente. A grandiosidade do teu nome atravessou fronteiras voando, docemente, sobre as asas do poeta que encanta a todos com a beleza de suas rimas.
Hoje, te recupera da maldade humana que ao perceber quão reluzente era a tua riqueza, usurparam a tua gente, relegando-os à condição de coadjuvantes. Mas, o teu povo guerreiro e forte não se submeteu às agruras impostas pelos desejos ambiciosos dos que não te veneram.

Nos teus 121 anos, te mostra revigorada. Assim como a fênix, ressurgistes para resplandecer diante dos olhos de todos e mostrar a tua grandeza, a tua soberania e a garra do teu povo. Brilhas, novamente, graças ao esforço daqueles que fazem deste pequeno pedaço de chão um santuário.
Estás sendo preparada para, novamente, ser polo econômico. Geradora de riquezas, de emprego e renda para o teu povo. Serás, também, polo educacional e de saúde e, atenderás a quem de ti precisar. Estás ficando mais bela, com tuas ruas asfaltadas, calçadas e limpas. Darás aconchego, tranquilo, para os teus e aos que te visitam.


As águas murmurantes do “Velho Monge”, que margeiam o nosso chão, não tardarão a entrar em nossos lares pela canalização, trazendo fartura e suavidade nas tardes quentes de verão. A tua história, as tuas tradições culturais e religiosas estão sendo valorizadas e a tua gente percebida e respeitada.


O teu futuro está desenhado no caderno do destino. Está determinado por Deus que a tua gente será, sempre, vitoriosa e alcançarás através dos braços dos que te amam a plenitude de todos os sonhos. Os raios do sol que te iluminam serão sempre reluzentes e te protegerão da escuridão que apavora.
 

Parabéns, Coelho Neto, pelos 121 anos de emancipação política.


COELHO NETO -121 ANOS: UM POUCO DESSA HISTÓRIA

O Município de Coelho Neto possui uma extensão territorial de 976,1 km², faz parte da Mesorregião Leste, Microrregião de Coelho Neto, que compreende, além do próprio, os municípios de Afonso Cunha, Aldeias Altas e Duque Bacelar.

Diz à lenda que a cidade surgiu de um ajuntamento de "currais" as margens do rio Parnaíba, onde "nômades aventureiros" punham o gado para descansar, para depois seguir viagem por via fluvial ou tangendo por terra os animais.

O "Sítio Curralinho" foi fundado em 9 de julho de 1738, pelo sesmeiro Paulo Vaz Freire, que recebeu dos governantes portugueses as terras para cultivo. Elevado à condição de Vila em 1874, somente em 31 de outubro de 1893 foi oficialmente transformado no município de Sant’Anna do Curralinho. Foi a Câmara de Buriti de Inácia Vaz que instalou o município dando cumprimento à Lei nº 1.053 de junho de 1874.

No mesmo ano da emancipação, 1893, realizaram-se as primeiras eleições para a escolha de vereadores e do 1º Intendente (nome que até cerca de 1930 se deu aos chefes do poder Executivo Municipal, hoje prefeitos).

No ano de 1910 foi extinto o Município de Sant’Anna do Curralinho ficando à administração sob responsabilidade do Município de Buriti de Inácia Vaz. Quatro anos depois, em 1914, foi restabelecido o direito de o município decidir a sorte de seu destino. Foi a "reconquista" da emancipação obtida em 1893.

A substituição do nome Sant’Anna do Curralinho por Coelho Neto deu-se através do Decreto-Lei nº 746 de 22 de dezembro de 1934, em homenagem ao escritor, prosador, jornalista, professor, romancista, poeta, teatrólogo e político, "príncipe dos prosadores brasileiros", Henrique Maximiniano Coelho Neto, que morreu naquele mesmo ano.


Revista vai divulgar os primeiros 5 anos da era Soliney Silva

O prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva já autorizou a diagramação e impressão de uma Revista que vai resumir os primeiros cinco anos da sua gestão. A publicação vai revelar que o Prefeito ousou ao encarar os problemas estruturais e sociais que o município apresentava.

O seu ideal desenvolvimentista foi consolidado num conjunto de objetivos e metas a serem alcançados todos os setores da administração pública. Tanto o Plano de Governo quanto o Plano de Metas de Soliney foram elaborados com base em estudos e diagnósticos realizados no início do mandato.

Nestes cinco anos da sua administração como prefeito, os setores que mais recursos receberam foram Educação, Saúde, Infraestrutura e Administração. Isto sem comprometimento dos investimentos em Cultura, Esporte e na modernização dos setores municipais e valorização dos servidores.
Por tudo isso, não seria exagero, como de fato não o é, comparar os primeiros cinco anos de seu mandato ao ousado Plano de Metas de Juscelino Kubitschek: 50 anos em 5. Vale à pena aguardar a publicação.


Fonte: Direto ao Assunto

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Mulher morre ao ver corpo do filho morto em presídio

Mãe e filho morreram no mesmo dia e foram enterrados juntos em Aparecida de Goiânia, Goiás.

Emerson Aparecido da Silva, de 41 anos, foi assassinado dentro do Complexo Penitenciário da cidade por asfixia. A mãe dele, Maria Nazaré, de 71 anos, foi visitá-lo e morreu de parada cardíaca ao ver o corpo do filho. Os dois foram sepultados juntos.
Segundo a polícia, Emerson é ex-policial militar e foi expulso da corporação após ser preso por tráfico de drogas. Ele era dependente químico e teria conflito no presídio por ter sido da PM.

Informações do R7

terça-feira, 28 de outubro de 2014

MORADORES DO BAIRRO SARNEY MOSTRAM SATISFAÇÃO COM O ASFALTAMENTO DAS RUAS

Diversos moradores do Bairro José Sarney vem utilizando as redes sociais, principalmente o facebook, para externar satisfação com as obras que estão sendo realizadas para os moradores. Nós últimos meses foram perfurados 05 poços artesianos, para solucionar a questão do abastecimento de água, e várias Ruas estão sendo asfaltadas. Confira:

REVITALIZAÇÃO DA FEIRINHA


PROGRAMAÇÃO DO ANIVERSÁRIO DE COELHO NETO

              
                         
                       MANHÃ
05:00 – ALVORADA
07:00 -  MISSA
08:00 -  HASTEAMENTO DAS BANDEIRAS
08:30 -  CAMINHADA

                       TARDE
15:00  -   FUTEBOL MASCULINO
             - FUTSAL FEMININO
15:30  -   CICLISMO
16:00   - ATLETISMO

                        NOITE
22:00 -  FORRÓ DO BARÃO
24:00  - SAMYRA SHOW E FORRÓ 100%

Norte e Nordeste salvaram a reeleição de Dilma

As duas regiões mais pobres do país, Norte e Nordeste deram ontem a vitória à presidente Dilma Rousseff. Na primeira ela obteve 56,35% dos votos e na segunda atingiu 71,69% dos votos.

A estratégia para continuar ganhando nas regiões pobres do Brasil é sempre a mesma há 12 anos, quando Lula se reelegeu para o segundo mandato: querem acabar o Bolsa Famúlia, a esmola que o governo do PT concede para garantir os votos.
Nas regiões Centro Oeste, Sul e Sudeste, onde a fome é menor por causa da oferta de empregos e programas de gerações de rendas, Aécio Neves ganhou.
O tucano obteve 57,42 no Centro Oeste e 56,18 no Sudeste. Na região Sul ele ganhou com 58,09 dos votos.
Mas como a vitória de Dilma Rousseff foi apertada, isto significa dizer que os brasileiros das regiões mais pobres estão começando a se convencer de que ninguém terá coragem de mexer com os programas sociais, principalmente os voltados para a barriga.

Fonte: Blog do Luis Cardoso